Assine

19 fev 9 maneiras superlegais de presentear alguém Publicado em 19-02-2016 às 12:41 por Marilia Alencar

Sabia que você consegue distribuir vários presentes superespeciais por aí sem gastar nadinha? A gente te mostra como!

Ajudar quem precisa

Já ouviu falar em serviço voluntário? Lá, você pode conhecer pessoas novas, ajudá-las no que for necessário e fazer a diferença na vida delas! Legal, né?

 

Passar um tempo com a família

Separe um tempinho para curtir bons momentos com seus pais, irmãos e avós. Uma sessão de filmes em família, com direito a muita pipoca e guaraná, é tudo de bom!

Abraços apertados

Quem não gosta de um abraço bem gostoso? Então, que tal demonstrar todo o seu carinho por quem você ama com vários deles?

Matar a saudade

Sabe aquela amiga que por algum motivo você não fala há tempos? Que tal ligar pra ela e colocar o papo em dia? Conservar as amizades é sempre bom e faz um bem danado!

Fazer uma festa do pijama

Nada melhor do que reunir as amigas para uma noite cheia de fofocas, filmes, docinhos e pijamas fofos! #tudodebom

Doar brinquedos pra quem não tem

Sabe aquele seu brinquedo que está encostado há tempos? Peça para sua mãe doar a quem precisa, como para um orfanato,
por exemplo. Vai fazer alguém muito feliz, pode apostar!

Mandar cartões fofos

Escolha um papel de carta bem fofinho, escreva o que você sente e mande para as pessoas que você mais gosta. O melhor de tudo é que a pessoa que receber vai poder guardar esse gesto de carinho para sempre.

Aprender a cozinhar

Aprender uma receitinha fácil e surpreender a galera de casa com uma sobremesa feita por você é superlegal! Melhor ainda se for aquela receita de família ensinada diretamente por sua avó!

Ler a Atrevidinha com as amigas

Porque não existe coisa melhor do que reunir as duas amigas que te entendem superbem, né? <3

1

 

Viu quantas maneiras legais de você fazer alguém feliz? Arrancar o sorriso vale muito!!!! Começando em 3, 2, 1 … já!

 

18 fev Receita fácil de fazer: sanduíche de sorvete com cookies Publicado em 18-02-2016 às 03:04 por Marilia Alencar

Um, dois, três e já .. atacar!!! Copie e faça uma receita superfácil: sanduíche de sorvete com cookies

receitasorvete

Você vai precisar de:

• 2 cookies
• 1 bola de sorvete de chocolate, creme ou o sabor que preferir

Modo de fazer

Coloque o sorvete sobre um dos cookies. Depois, coloque o outro, fazendo um sanduíche. Pronta para saborear essa delícia? Não é simples?

 

18 fev Vergonha dos pais e agora? Publicado em por Marilia Alencar

Sempre dá aquela vontade de sumir quando seus pais a tratam como uma garotinha em frente à turma toda? Não se irrite, gata! Aprenda a mostrar pra eles, com jeitinho, que você cresceu!

Texto Amanda Sandoval, Louise Vernier e Rita Trevisan | Adaptação web: Marília Alencar | Foto: Shutterstock 

vergonhapais

Você fica parecendo um pimentão toda vez que seus pais resolvem tascar um beijo babado na sua bochecha no meio da galera? Ou quando sua mãe abaixa a janela do carro e grita, bem alto, aquele apelido que ela deu quando você ainda era um bebê? Ou, pior, quando aquele seu amigo gatinho está por perto e ela faz uma piadinha querendo se enturmar? Ai, caaalma! Sentir vergonha dos pais é normal, ainda mais quando eles deixam a gente numa baita saia-justa, mesmo sem ser de propósito. Mas bater de frente ou ficar até sem falar com eles não vai resolver a situação. Pelo contrário, pode até piorar! Isso porque eles podem entrar numas de agir como você não gosta exatamente para irritá-la e tirar uma com a sua cara. É, podem sim… Mas isso também não significa que você tem que cruzar os braços e aguentar tudo calada. Com um tiquinho de paciência e muito papo, é possível evitar cenas constrangedoras!

E aí, como eu faço?

O diálogo é a melhor forma de resolver problemas. Por isso, como quem não quer nada, convide os seus pais para um passeio e aproveite esse momento só de vocês para abrir o seu coração. Você pode começar falando sobre as coisas que eles fazem e que você A-DO-RA. Por exemplo: quando sua mãe faz seu bolo favorito só pra vê-la feliz. Ou quando seu pai a convida pra andar de bike com ele. Depois de deixar a autoestima deles lá em cima e mostrar os pais maravilhosos que são, deixe claro o que não gosta tanto assim, incluindo o fato de não se sentir à vontade quando eles a tratam feito criança, principalmente na frente dos seus amigos.

Alivia!

Mas ó, pega leve e diga tudo isso com jeitinho, tá? Afinal, da mesma forma que você está se conhecendo melhor e descobrindo do que gosta – e do que não gosta – nesta vida, eles também estão aprendendo a lidar com a pessoa que você está se tornando. Se você parar para pensar, até um tempo atrás você era mesmo uma criança que precisava de muitos cuidados. Daí, de repente, se tornou independente, passou a ter as próprias opiniões, aprendeu a resolver os seus problemas sozinha e já não precisa mais deles tanto assim… Pensa só no dilema! “Para alguns pais, lidar com isso é muito difícil, pois eles podem se sentir inseguros, rejeitados e até perdidos, sem saber como agir em algumas situações”, explica a psicóloga Gabriela Cosendey. Então, antes de achar que tem os piores pais do mundo, que vivem colocando você em situações-mico, entenda que eles não fazem por mal e, às vezes, simplesmente não se dão conta da vergonha que provocam em você.

vergonhapais2

Pais e amigos

Para pôr um fim de vez nessas situações constrangedoras, que tal transformar seus pais em amigos? Até porque, por mais que você tenha aquela best que está sempre ao seu lado, no fim das contas, eles vão ser sempre os seus verdadeiros melhores amigos! Então, o que acha de se aproximar deles e fazer essa relação dar certo?

Para começar, procure passar mais tempo ao lado deles, ir ao parque, ao cinema, passear com o cachorro ou algo do tipo. Faça que se sintam uma parte importante da sua vida, perguntando a opinião deles sobre coisas simples do seu dia a dia, como o livro que está lendo, o seriado a que está assistindo, a roupa que está vestindo… Mas esteja preparada para ouvir algo diferente do que estava esperando, tá? Afinal, eles não são obrigados a curtir tudo o que você gosta. Nem a sua best precisa, não é mesmo? Pense nisso!

Revista Atrevidinha | Edição 136

  • th-patins-como-andar
  • img-12